sexta-feira, 25 de abril de 2014

Pessoas são flores.

Pessoas são flores. Elas brotam em nossa vida e deixam sinais.
Como a sonoridade do tempo ao longo da existência.
Como a sensibilidade da alma.
Olhe a pessoa que está ao seu lado e você vai descobrir, no íntimo, que há uma flor desabrochando dentro de si.
Procure sentir as pétalas de cada flor, pois cada uma tem uma doce surpresa.
Flores foram compostas para serem ouvidas, sentidas, compreendidas, interpretadas e adoradas.
Para tocarem nossas vidas com a mesma força do instante em que foram criadas, para tocarem suas próprias vidas com toda essa delicadeza encantadora.
E de poderem deixar o perfume exalar de forma delicada.
Afinal, de poderem cumprir todo o sentido que a elas foram dadas, com a beleza que toca nossos corações, com uma magia única.
Flores são como cada um de nós.
Não percebem?
Como vocês, elas precisam de carinho e cuidados, pois são criaturas vivas.
Flores nos fascinam. Mesmo arrancadas das roseiras.
Mesmo aquela flor que murcha em silêncio.
Chega um dia em que a vida se esvai da flor. E talvez você não tenha tido a oportunidade de regâ-la. Ou ao menos não ter dito: "como você floriu linda em meu jardim".
Sempre deixem a flor do jardim expressar a sua formosura. Apenas assim sentirá perpetuará o seu perfume e sua beleza.
(Hidra)



Retomando o Caminho de Casa


Retomando o Caminho de Casa


Uma coisa maravilhosa que acontece nessa vida é que sempre que caímos ou nos desviamos da Luz, o Universo se movimenta para nos mostrar a direção certa que deveríamos tomar. Pode ser que tenhamos nos envolvido com sentimentos de baixa vibração e deixado de lado o caminho do coração. Talvez tenhamos nos embrenhado em caminhos tortuosos cultivando sentimentos de raiva, inveja ou até mesmo de baixa autoestima. Caminhos que com certeza nos levaram à dor e ao sofrimento...

Bem, em qualquer um desses casos, o Plano Divino sempre irá cuidar de nos mostrar o caminho de volta para casa, pois o seu Amor Infinito está sempre pronto a nos dar novas oportunidades de entendimento. O Universo reage ao desequilíbrio gerado por nós através da lei do karma, dando-nos a chance de viver as consequências geradas pelas más escolhas que fizemos, que certamente foram baseadas na ilusão da separatividade, no nosso egoísmo.

Assim, o Plano Divino nos mandará recados que podem se manifestar de diversas formas, como advertências ou impulsos... portas que se fecham, outras que se abrem, pessoas que se vão, outras que chegam... doenças, convites, acidentes, perdas etc..

Apesar da linguagem espiritual às vezes ser um pouco metafórica, todos nós temos a capacidade de perceber os sinais que o Universo nos envia, e geralmente logo após nos recuperarmos de uma queda ou de um desvio tendemos a seguir os conselhos do nosso coração, a caixa de ressonância entre nós e o Todo; o problema é que, lá adiante, podemos ser enganados novamente pelo nosso ego e ter novas recaídas.

Então, é importante perceber o recado, compreender com profundidade as lições que o Universo preparou para nós e retomar o caminho de volta com a determinação de não cair novamente. Precisamos estar atentos e não nos deixarmos levar novamente pelo nosso ego. Algumas chaves para isso são: em primeiro lugar a humildade, a aceitação de nós mesmos, o desapego em relação à nossa personalidade, depois precisamos aprender a ouvir o outro, a aceitá-lo como ele é, aprendendo assim a somar as diferenças. Outros pontos importantes são: pensar e expressar apenas coisas positivas, dar mais de si mesmo sem esperar nada em troca, fazer as coisas por amor não ambicionando reconhecimento ou agradecimentos... tentar ver a vida sempre como uma dádiva, uma grande oportunidade de nos lembramos de quem somos realmente como seres espirituais.

Se seguirmos esses exercícios ficaremos mais fortalecidos e com a mente limpa... tornando-nos mais capazes para seguir adiante corajosamente pelos altos e baixos da vida...

Quando realmente aprendemos com os tropeços e desvios, retomamos o caminho com mais alegria, paz, equilíbrio e a nossa volta pra casa se torna leve e clara. Tomamos a simplicidade como uma forma de viver mais significativa e gratificante. Aos poucos, vamos perdendo a necessidade de buscar fora, compreendendo que tudo o que nos acontece tem o mesmo objetivo: elevar-nos. Isso significa que podemos perceber a espiritualidade em tudo o que existe, desde o momento em que nascemos até o momento do nosso último expirar.

E outra coisa que nos causa imensa paz é que podemos sentir que somos amparados e acompanhados pelo Amor Divino desde sempre em toda a nossa trajetória eterna de volta pra casa... em direção à Harmonia Universal...


por Márian - Marta Magalhães

Feijões ou Problemas?


Reza a lenda que um monge, próximo de se aposentar,
precisava encontrar um sucessor. Entre seus discípulos, dois já haviam
dado mostras de que eram os mais aptos, mas apenas um o poderia. Para
sanar as dúvidas, o mestre lançou um desafio, para por a sabedoria dos
dois à prova: ambos receberiam alguns grãos de feijão, que deveriam
colocar dentro dos sapatos, para então empreender a subida de uma grande
montanha.

Dia e hora marcado, começa a prova. Nos primeiros
quilômetros, um dos discípulos começou a mancar. No meio da subida,
parou e tirou os sapatos. As bolhas em seus pés já sangravam, causando
imensa dor. Ficou para trás, observando seu oponente sumir de vista.

Prova encerrada, todos de volta ao pé da montanha,
para ouvir do monge o óbvio anúncio. Após o festejo, o derrotado
aproxima-se e pergunta como é que ele havia conseguido subir e descer
com os feijões nos sapatos:

- Antes de colocá-los no sapato, eu os cozinhei.
Carregando feijões, ou problemas, há sempre um jeito
mais fácil de levar a vida. Problemas são inevitáveis. Já a duração do
sofrimento, é você quem determina.

terça-feira, 22 de abril de 2014

As diferenças entre religião e espiritualidade

http://3.bp.blogspot.com/-FbXaDXseWDU/UmG9dRIxD5I/AAAAAAAAFw4/wZMJgrPXeTc/s1600/00001aWOMANDigitalIllumination.jpg

As diferenças entre religião e espiritualidade

A religião não é apenas uma, são centenas.
A espiritualidade é apenas uma.
A religião é para os que dormem.
A espiritualidade é para os que estão despertos.

A religião é para aqueles que necessitam que alguém lhes diga o que fazer e querem ser guiados.
A espiritualidade é para os que prestam atenção à sua Voz Interior.
A religião tem um conjunto de regras dogmáticas.
A espiritualidade te convida a raciocinar sobre tudo, a questionar tudo.

A religião ameaça e amedronta.
A espiritualidade lhe dá Paz Interior.
A religião fala de pecado e de culpa.
A espiritualidade lhe diz: "aprenda com o erro".

A religião reprime tudo, te faz falso.
A espiritualidade transcende tudo, te faz verdadeiro!
A religião não é Deus.
A espiritualidade é Tudo e, portanto é Deus.

A religião inventa.
A espiritualidade descobre.
A religião não indaga nem questiona.
A espiritualidade questiona tudo.

A religião é humana, é uma organização com regras.
A espiritualidade é Divina, sem regras.
A religião é causa de divisões.
A espiritualidade é causa de União.

A religião lhe busca para que acredite.
A espiritualidade você tem que buscá-la.
A religião segue os preceitos de um livro sagrado.
A espiritualidade busca o sagrado em todos os livros.

A religião se alimenta do medo.
A espiritualidade se alimenta na Confiança e na Fé.
A religião faz viver no pensamento.
A espiritualidade faz Viver na Consciência.

A religião se ocupa com fazer.
A espiritualidade se ocupa com Ser.
A religião alimenta o ego.
A espiritualide nos faz Transcender.

A religião nos faz renunciar ao mundo.
A espiritualidade nos faz viver em Deus, não renunciar a Ele.
A religião é adoração.
A espiritualidade é Meditação.

A religião sonha com a glória e com o paraíso.
A espiritualidade nos faz viver a glória e o paraíso aqui e agora.
A religião vive no passado e no futuro.
A espiritualidade vive no presente.

A religião enclausura nossa memória.
A espiritualidade liberta nossa Consciência.
A religião crê na vida eterna.
A espiritualidade nos faz consciente da vida eterna.

A religião promete para depois da morte.
A espiritualidade é encontrar Deus em Nosso Interior durante a vida.



O texto Espiritualidade x Religião é do Prof. Dr. Guido Nunes Lopes, Graduado em Licenciatura e Bacharelado em Física pela Universidade Federal do Amazonas (FUAM, 1986), Mestrado em Física Básica pelo Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo (IF São Carlos, 1988) e Doutorado em Ciências em Energia Nuclear na Agricultura pelo Centro de Energia Nuclear na Agricultura da Universidade de São Paulo (CENA, 2001).

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...